sexta-feira, junho 07, 2019

Apostas.

Quando apostamos no amor, estamos a investir-nos noutra pessoa. E quando dá errado é normal que nos fechemos ao próximo. Precisamos de tempo e espaço para voltar a nós próprios. Precisamos de fazer o luto da relação. E, é aqui que, normalmente, dizemos que não queremos mais, que já não acreditamos, que simplesmente já não vai acontecer… porque sentir dói. E dói demasiado. Mais do que queríamos. Mais do que imaginámos. Mais que alguma vez esperámos… E como é óbvio o nosso reflexo é fecharmo-nos porque não nos queremos voltar a magoar. Mas o preço de não amar, de não sentir, de não arriscar novamente, é também o preço de não nos apaixonarmos, de não vivermos, de definharmos dentro de nós mesmos. Mas é humano dizermos que já não queremos mais. É o nosso instinto de sobrevivência a falar. Ainda está em nós muito presente a marca do que aconteceu, do que correu mal, e há toda uma frustração de expectativas e sonhos que precisamos de aprender a aceitar e a lidar. E isso só com o cliché do tempo. Não que o tempo vá apagar seja o que for, porque não vai. Mas vai ajudar-nos a sentir menos, a espaçar a dor, a transformá-la noutra coisa qualquer. E, no entretanto, construímo-nos novamente para que haja lugar para algo novo. E, quando menos esperarmos, já somos nós novamente. Aquilo que tanta mossa nos fez já é apenas uma memória distante e uma lembrança do que não queremos para nós. E estamos prontos, prontos para arriscar novamente.

terça-feira, junho 04, 2019

Um dia destes.


Um dia destes, amo-te. Sem te pedir autorização. Estou cansada dos teus nãos que sabem sempre a um dia destes. Das promessas que não me fazes com medo do que eu te possa significar. Um dia destes, amo-te. Sem que saibas. Não precisas de saber, o amor será só meu. Será egoísta mas também será seguro. Um dia destes, amo-te. Tento-te conquistar. Delinho uma estratégia para que, sem que te dês conta, te tornes meu também. Como eu já sou tua. Um dia destes, amo-te. Mas não será hoje nem amanhã nem muito menos um dias destes... É que esse dia já aconteceu.