sexta-feira, março 06, 2015

Acabei de ver:

a 1ª temporada de Tyrant

Sinopse:
A história acompanha a vida de Bassam Al Fayeed (Adam Rayner, de Hawthorne, Hunted), filho mais novo de Khalid Al-Fayeed (Nasser Faris), o ditador de um país do Oriente Médio, que discordando das atitudes do pai se muda para os EUA, onde adopta o nome de Barry. Lá, ele casa-se com Molly (Jennifer Finnigan, de Monday Mornings), com quem tem dois filhos, Emma (Anne Winters) e Sammy (Noah Silver).
Passados vinte anos, ele volta ao seu país natal, juntamente com a sua família, para o casamento do seu sobrinho, Ahmed (Cameron Gharaee) com Nusrat (Sibylla Deen). Como não podia deixar de ser, o retorno leva a um choque dramático entre culturas quando ele é jogado de volta ao mundo da política e dos dramas da sua juventude, num país que se encontra a viver turbulências políticas e sociais.
O pai de Barry ainda está no poder. Para governar o país, ele conta com a ajuda de seu filho mais velho, o cruel Jamal (Ashraf Barhom), que é casado com Leila (Moran Atias); além dele, Al-Fayeed também recebe o apoio de Yussef (Salim Daw) seu conselheiro e confidente.

quinta-feira, março 05, 2015

terça-feira, março 03, 2015

Acabadinha de sair da AE de "Chappie" xD



Sinopse:
Do realizador de Distrito 9 e Elysium chega Chappie, com Sharlito Copley, Dev Patel e ainda Sigourney Weaver e Hugh Jackman. Todas as crianças veem ao mundo plenas de promessas, e ninguém mais do que Chappie: ele é talentoso, especial, um prodígio. Como qualquer criança, Chappie sofre as influências do que o rodeia - algumas boas, outras más - e vai ter que confiar no seu coração e alma para encontrar o seu caminho no mundo e se tornar um ‘homem’. Mas existe algo que faz com que Chappie seja diferente de todos: ele é um robô. O primeiro robô com a capacidade de pensar e sentir por si mesmo. E essa é uma ideia perigosa – e um desafio que colocará Chappie no caminho de poderosas e destrutivas forças que pretendem que ele seja o último da sua espécie.

segunda-feira, março 02, 2015

Acabadinha de sair da AE de "Ela adora-o" :)


Cartaz do FilmeSinopse:
Muriel é uma esteticista divorciada conhecida pela capacidade de inventar histórias mirabolantes. Para além dos seus dois filhos, do que ela mais gosta na vida é de Vincent Lacroix, um cantor popular muito em voga. Como qualquer fã realmente dedicada, ela segue o seu percurso musical e pessoal, e nunca falta aos seus concertos. Certa noite, acontece algo totalmente inesperado: Vincent bate à porta de sua casa e pede-lhe para o ajudar a esconder o cadáver de uma mulher que tem na bagageira do carro. Deslumbrada com a presença do seu ídolo, Muriel ajuda-o sem questionar. Mas vai arrepender-se amargamente daquela decisão impensada e de ter dado demasiada liberdade à sua imaginação…
Uma comédia que marca a estreia na realização da actriz Jeanne Herry e que conta com Sandrine Kiberlain e Laurent Lafitte nos papéis principais.

domingo, março 01, 2015

As parvoices de hoje! =P

Oh pa mim armada em turista!! =P

Parece que finalmente encontrei o meu príncipe encantado!!! E pelo tamanho das suas barbas, ele também já estava há um tempão à minha espera!

Encontrei mais dois!!



quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Eu e a minha vovó linda! (",)


Restaurant Week - Albatroz

Que vista brutal!!

And so it begins...

Entradas: Cogumelos estufados, espargos e ovo mole & Ravioli aberto com gambas e molho de especiarias com dois frutos

Nham nham xD

Alguém é servido?

Alguém chamou a gulosa de serviço? =D

quarta-feira, fevereiro 25, 2015

Acabadinha de sair da AE de "Olhos Grandes" :D


Cartaz do FilmeSinopse:
Margaret (Amy Adams) era uma mãe solteira tímida e insegura que se exprimia através de pinturas de crianças com olhos tristes e exageradamente grandes. Em 1955, casou-se com Walter (Christoph Waltz), um homem ambicioso que lhe prometia uma vida tranquila. Quando ele se apercebeu das potencialidades artísticas da sua jovem mulher, decidiu dedicar-se de corpo e alma à venda dos quadros dela, publicitando-os como se fossem criações suas. Margaret, em nome de Walter Keane, tornou-se assim uma das artistas mais populares das décadas de 1950 e 60, com retratos encomendados por famosos do mundo inteiro, como Natalie Wood, Robert Wagner, Kim Novak, Liberace, Zsa Zsa Gabor, Joan Crawford, Jerry Lewis, Dean Martin, Helena Bonham Carter, Adlai Stevenson ou o casal John e Carolyn Kennedy. Até que a chocante verdade acaba por vir a público: o mérito de todo aquele sucesso não pertencia a Walter, mas à tímida Margaret, que durante todos aqueles anos se tinha escondido na sombra de um marido autoritário…
Com argumento de Scott Alexander e Larry Karaszewski, e realização de Tim Burton, um filme inspirado na verdadeira história de Margaret Keane.

terça-feira, fevereiro 24, 2015

Acabadinha de sair da AE de "O Amigo do Peito"


Cartaz do FilmeSinopse:
O emprego de Jimmy é tudo menos convencional: a sua função é proporcionar o aconchego de um padrinho de casamento aos que, por algum motivo, se sentem socialmente menos capazes de encontrar amigos verdadeiros para o papel. Jimmy leva muito a sério a sua profissão e faz questão de nunca se envolver emocionalmente com nenhum dos seus clientes, por mais carências que possam vir a demonstrar durante o percurso. A dada altura, é contratado por Doug, um noivo solitário que quer mostrar a todos os convidados que não tem apenas um grande amigo – que até escolheu para padrinho –, mas também um grupo de nove companheiros com quem dividiu apaixonadas aventuras ao longo da vida. Depois de acordarem o preço "desses grandes amigos", Jimmy e Doug começam a ensaiar a sua "amizade" profunda para que, na data da cerimónia, nada possa falhar. É assim que, contra todas as probabilidades – e contra a vontade de Jimmy –, nasce entre os dois uma afeição profunda e verdadeira que lhes mudará a forma de encarar o mundo…
Estreia na realização do argumentista Jeremy Garelick, uma comédia que conta com Kevin Hart, Josh Gad e Kaley Cuoco-Sweeting nos principais papéis

segunda-feira, fevereiro 23, 2015

Óscares 2015 - Os melhores vestidos

Zoe Saldanha

Kelly Osbourne

Chloe Grace Moretz

Tracey Edmonds

Laura Dern

Jennifer Lopez

Jamie Chung

Keira Knightley

Oprah Winfrey

Emma Stone

Óscares 2015 - Os "estavas quase lá" vestidos

Scarlett Johansson
O vestido é bem giro, mas o fim assassinou a coisa...

Jessica Chastain
O vestido até é bonito, mas a parte de cima torna-a muito larga.

Felicity Jones
Gosto imenso da parte de cima, mas depois a nível da cintura a coisa não resulta bem.

Hannan Bagshawe
Que penas são essas?!

Lady Gaga
Bem se a Lady Gaga não levasse algo que chamasse a atenção é que eu me admirava... Nem sei o que dizer destas luvas...

Óscares 2015 - Os piores vestidos

Julianne Moore

Lorelei Linklater

Marion Cotillard

Blanca Blanco

Behati Prinsloo

Georgina Chapman

Kerry Washigton

sábado, fevereiro 21, 2015

E hoje foi noite de "Irish Celtic" xD


Foi nos dias 21 e 22 de Fevereiro que a companhia de bailado Irish Celtic e fez as delícias do público português que se deslocou até ao Grande Auditório do CCB para uma noite repleta de música, dança, história e também de muitas emoções.

Cheio de auto-apreciação pelo estereótipo irlandês, o espétaculo começa com alguns dos intervenientes a contarem uma anedota com um sotaque irlandês muito marcado e (propositadamente) imperceptível, o que serve como uma ponte para o ínicio de uma narração feita completamente em português do princípio ao fim, ainda que com alguns erros este factor foi nada mais que impressionante.

Tendo como cenário um típico Irish Pub, esta maravilhosa companhia, conta-nos a história de um pai que vê o filho como um desastre e incapaz de eventualmente tomar conta do negócio de familia, o próprio Pub onde se desenrola a acção.

De uma forma muito especial, o trabalho do pai é transformar o seu filho em alguém com orgulho na sua nacionalidade e na sua história, fazendo-o perceber o papel crucial do Pub na cultura tradicional irlandesa. Para tal conta com uma maravilhosa companhia de bailado que lhe demonstra o que tanto a sua tradição tem para oferecer. É com muito humor que nos contam as histórias dos povos que oprimiram o povo irlandês, falando até de muitas tragédias que os afligiram enquanto nação, usando a dança e a música como forma de encarnar o seu conhecido espirito lutador, e poder ultrapassar todos esses obstáculos com um sorriso na cara e com muita festa para dar. Festa essa, na qual, o público rapidamente se envolveu, com muitas palmas que acompanharam o ritmo da música, quase parecendo que a qualquer momento irrompiriam até ao palco para fazer parte da dança, bem como aplausos fervorosos no final de cada perfomance.

Desde histórias de amor à tragédia do emigrantes irlandeses a bordo do Titanic, e sem nunca deixar de fora o seu carinho pelo whiskey, é-nos revelado um lado da cultura Irlandesa que é desconhecido para muitos. O Pub é então mais que uma tradição, é quase uma maneira de ser e estar na vida, acompanhando as suas vidas pelo seu enorme cariz social, um sitio de paz e de fraternidade onde todos se juntam e partilham as suas histórias através do ritmo,dança e canto.

São frequentes os números musicais, algo claramente apreciado pelo público, que se deixa encantar pelo som, por vezes melancólico, da gaita de foles. Contando as histórias de inumeras pessoas que partiram da sua terra para procurar melhores oportunidades noutros paises, mas que nunca esconderam nem esqueceram o amor que nutrem pela sua pátria, dando-o a conheçer por todo o mundo através do seu estilo festivo.

Foi com esta noite mágica e cheia de história que a companhia de bailado Irish Celtic, vai certamente deixar saudades ao público português. Mas enquanto esperamos por mais espétaculos, levantamos os nossos copos para José Mourinho e Cristiano Ronaldo e saudamos como fazem na Irlanda: Slainte!

Só faltava mesmo o calorzinho!