sábado, janeiro 29, 2011

Numa onda country







Isto de estar à uma semana fechada em casa, e quase a dar em doida, dá nisto!! Uma pessoa tenta arranjar mil e uma coisas para fazer (sendo que arrumar a casa certamente não é uma delas!! A minha casa que o diga!! Isto está o caos!!) Andava eu a navegar na internet (a minha melhor amiga nos últimos tempos) quando encontrei este senhor e me apaixonei. Sim, eu sei que em bom rigor country é o Pimba dos Estados Unidos... e daí? É giro!! E este senhor tem uns clipes muito engraçados!! Que posso dizer? Gosto de homens com sentido de humor!! =)

What The Hell


All my life I've been good but now, I'm thinking what the hell
All I want is to mess around and I don't really care about
If you love me, if you hate me, you can't save me, baby, baby
All my life I've been good but now, whoa, what the hell

I was a born with a broken heart


Eu nasci com um coração partido ou eu nasci de um coração partido?!

Ain't nobody gonna love you better boy

sexta-feira, janeiro 28, 2011

Ah, então foi isso!!


Esqueci-me de ligar directamente ao Pai Natal a pedir os meus Louboutins!!! =P

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Miau


Claramente que agora sou um gato. Passo mais horas a dormir do que acordada. A minha mãe diz que é do anti-histamínico, mas com a quantidade tão grande de medicamentos que eu estou a tomar já é difícil saber o que provoca o quê.

Aceitar o desafio

Depois de ver este desafio no blogue Sinto-te a falta, decidi eu própria o fazer. A ideia é sublinhar a azul as verdades. Bem, aí vai.

Sinto falta de alguém agora. Já vi um filme porno (até ao fim não sei...). Acredito que a honestidade é a melhor política (a verdade doa a quem doer). Mudei muito mentalmente desde o ano passado (às vezes, sinto que sou mesmo uma pessoa completamente diferente). Sou muito, muito inteligente. Nunca parti um osso do corpo (nem sei como, visto que sempre fui uma criança com bichos carpinteiros). Tenho um segredo que tenho vergonha de revelar. Amo a chuva. Sou paranóica (já sou menos, mas ainda sou). Preciso de dinheiro agora. Queria ter um irmão. Menti a um bom amigo nos últimos seis meses. Normalmente sou pessimista. Tenho oscilações de humor (então se estiver sob o efeito hormonal... cuidado comigo!!). Acho que a prostituição deve ser legalizada. Sou bipolar. Tenho um talento escondido. Gosto de falar ao telefone. Praticamente vivo de camisas e calças de ganga. Tenho um telemóvel (mais do que um até!). Actualmente tenho um fraquinho por alguém. Não tenho nenhuma ideia do que quero fazer o resto da minha vida. Não quero ter filhos no futuro. Sou muito tímida perto do sexo oposto. Amo os meus melhores amigos. Vejo canal Panda e gosto. Tive uma queda por alguém que nunca conheci. Beijei alguém que sabia que não devia. Não toco um instrumento musical. Caio mais rapidamente em “desejo” do que “amor”. Sou uma pessoa totalmente diferente em torno de pessoas diferentes. Não importa onde estou ou com quem estou, pareço sempre uma solitária. O meu coração reside abaixo dos meus pés. Uma vez roubei um chocolate no supermercado. Não tenho a capacidade de tomar decisões sem mudar a minha forma de pensar. Sou mais analítica sobre as pessoas que conheço. Acredito na perda de tempo. O meu feriado favorito não é o Natal. Não sei o que faria sem os meus amigos. Estou com fome. Tenho um problema em expressar as coisas. Sou a pessoa mais necessitada que conheço à face do planeta. Só vejo televisão quando está alguém no computador. Sou um pouco louca (por vezes, demasiado até!). Apaixono-me com muita facilidade. Adoro cheirar cola (cola não, mas gosto do cheiro de tinta, verniz e gasolina). Sou muito egoísta. Sou tão emo, às vezes. Acho que a raça humana está mal e deve ser demolida. Já copiei num teste (alguém que nunca tenha copiado sinceramente?!). Estou farta de drama. Preciso de um emprego (ponto) digno. Já fingi que estava a estudar. Não sou burra, sou um depósito de informações inúteis. Já fiz um teste sem estudar. Já tive vontade de mandar todos p’ra puta que os pariu. Amo ficar apaixonada, mesmo que não seja correspondida (não há coisa pior do que amr alguém e não ser correspondida!!). Tenho nojo de baratas. Já pensei em fugir de casa. Os meus conselhos são os piores possíveis. Já fingi estar doente para não ir às aulas. Tenho medo de ficar sozinha no escuro. Menti sobre um dos itens desta lista. Já me quis matar.

Republicar "Ouvi dizer"

AE :: Love and Other Drugs


(imagem roubadada daqui)

Se existem filmes que de antemão sei que vou adorar, “Love and Other Drugs” figura lá nos lugares cimeiros.

Quem me conhece sabe que o facto de o rabo do Jake ter imenso tempo de antena, é já uma boa razão mas garanto-vos, este filme tem muito mais.
Pode não valer um chavo para outras pessoas mas para mim está lá no ponto e conquistou-me pelos pequenos detalhes, assim como o…..”500 days of Summer”.

A banda sonora, aquela musiquinha que já nos marcou a vida aparecer assim naquele momento crucial, a incapacidade de amar, a doença dela, a destreza comercial dele, aquele sorriso à cabrão (que infelizmente eu adoro!), os caracóis dela, o Porsche, o apartamento…ui o apartamentoooo, a “thai-curious”, os velhinhos no autocarro, as frases cliché, o mega nojento irmão dele, na realidade este filme encaixa-se naquele género que eu, gaja/Elsa/atrofiada da minha cabelinha, gosto de ver.

Para infelicidade de todas nós só tenho a citar:
"Romantic comedies are like cellulite cures: every one of them is a lie!”

Ah a citação é da Série Hot in Cleveland :)
ah e para ver o rabo do Jake, sigam este blog

Republicar "O Romance da Biblia"

"Violação correctiva": violar para "corrigir e curar"


“Violação correctiva”, a prática repugnante de violar lésbicas para “curar” a sua sexualidade, está a tornar-se numa crise na África do Sul

Millicent Gaika foi amarrada, estrangulada, torturada e violada durante cinco horas por Andile Nkosa que deu como justificação estar a curá-la do seu lesbianismo. A vítima sobreviveu por milagre, mas não é um caso único – este crime é recorrente na África do Sul onde as lésbicas vivem com o terror de serem atacadas e ninguém foi ainda condenado por “violação correctiva”.

Na Cidade do Cabo algumas activistas, com risco da própria vida, reuniram mais de 140.000 assinaturas com um apelo ao Ministro da Justiça, forçando-o a responder-lhes na televisão nacional. Todavia o Ministro ignorou os pedidos de acção e o Presidente Zuma, que é o derradeiro garante dos direitos constitucionais, nada fez para condenar publicamente e criminalizar a “violação correctiva”, como um crime de ódio.

A África do Sul, frequentemente denominada por Nação Arco-Íris, é globalmente respeitada pelos seus esforços, depois do "apartheid", na protecção contra a discriminação e foi o primeiro pais a proteger constitucionalmente os seus cidadãos contra a discriminação baseada na sexualidade. Porém, só na Cidade do Cabo, a Organização local "Lukeli Sizwe" registou mais de uma “violação correctiva” por dia.
A violação correctiva baseia-se na falsa noção de que uma mulher lésbica pode ser "curada e tornada normal” por meio de violação. E os criminosos agem com toda a impunidade porque o acto nem sequer está classificado como crime de ódio na África do Sul.
As vítimas são em geral mulheres lésbicas, negras, pobres e profundamente marginalizadas, e nem a violação e assassínio de Eudy Simelane (antiga estrela da equipa nacional de futebol feminino), cometido em 2008, trouxe qualquer mudança.

A África do Sul é a capital do mundo no que concerne à violação. Presentemente, uma menina sul-africana tem mais probabilidades de ser violada do que de aprender a ler. De facto, um quarto das raparigas sul-africanas é violada antes dos 16 anos. O problema assenta em muitas raízes: “direito” masculino (62% dos rapazes acima dos 11 anos crê que obrigar uma mulher a ter sexo não é um acto de violência), pobreza, excesso de povoamento, desemprego e deslocalização dos homens, aceitação do crime pela comunidade – e, nos poucos casos que foram corajosamente denunciados às autoridades, houve uma fraca resposta da polícia e uma sentença laxista.

É uma batalha contra a pobreza, a sociedade patriarcal e a homofobia. Acabar com a maré de violações requer liderança corajosa e acções concertadas para operar uma mudança transformadora de mentalidades na África do Sul e por todo o continente africano. O próprio Presidente Zuma, um tradicionalista Zulu, foi julgado por crime de violação.

Fontes:
Blogue de Luleki Sizwe, organização sul-africana com petição ao governo para pôr fim à “violação correctiva”, e providenciar ajuda às vítimas.

quarta-feira, janeiro 26, 2011

Someone please call the doctor

Isto de estar de cama, com uma gripe daquelas, e sem ter um médico bonzão para nos tirar a temperatura é uma seca... É que tenho a certeza que a companhia de qualquer um destes exemplares era bem melhor que a quantidade de comprimidos que ando a tomar. Ok, iam me dar os calores na mesma mas certamente não seriam da febre!! =P

terça-feira, janeiro 25, 2011

segunda-feira, janeiro 24, 2011

Rolling in my jukebox



There's a fire starting in my heart,
Reaching a fever pitch and it's bring me out the dark,

Finally, I can see you crystal clear,
Go ahead and sell me out and I'll lay your shit bare,
See how I'll leave with every piece of you,
Don't underestimate the things that I will do,

There's a fire starting in my heart,
Reaching a fever pitch and it's bring me out the dark,

The scars of your love remind me of us,
They keep me thinking that we almost had it all,
The scars of your love, they leave me breathless,
I can't help feeling,

We could have had it all,
(You're gonna wish you never had met me),
Rolling in the deep,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),
You had my heart inside of your hand,
(You're gonna wish you never had met me),
And you played it to the beat,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),

Baby, I have no story to be told,
But I've heard one on you and I'm gonna make your head burn,
Think of me in the depths of your despair,
Make a home down there as mine sure won't be shared,

The scars of your love remind me of us,
(You're gonna wish you never had met me),
They keep me thinking that we almost had it all,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),
The scars of your love, they leave me breathless,
(You're gonna wish you never had met me),
I can't help feeling,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),

We could have had it all,
(You're gonna wish you never had met me),
Rolling in the deep,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),
You had my heart inside of your hand,
(You're gonna wish you never had met me),
And you played it to the beat,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),

Could have had it all,
Rolling in the deep,
You had my heart inside of your hand,
But you played it with a beating,

Throw your soul through every open door,
Count your blessings to find what you look for,
Turn my sorrow into treasured gold,
You pay me back in kind and reap just what you sow,

(You're gonna wish you never had met me),
We could have had it all,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),
We could have had it all,
(You're gonna wish you never had met me),
It all, it all, it all,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),

We could have had it all,
(You're gonna wish you never had met me),
Rolling in the deep,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),
You had my heart inside of your hand,
(You're gonna wish you never had met me),
And you played it to the beat,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),

Could have had it all,
(You're gonna wish you never had met me),
Rolling in the deep,
(Tears are gonna fall, rolling in the deep),
You had my heart inside of your hand,

But you played it,
You played it,
You played it,
You played it to the beat.

Memories...


Parabéns, Paulo!!


Era tão mais fácil


se tivessemos um botão de on/off!!

Postsecret da semana












sábado, janeiro 22, 2011

A história da minha vida


...

sayingimage.com
Eu era menina para ter um carrinho destes!!
E, pelo andar da carruagem (ou melhor, do meu Mix), não tarda muito tenho de pensar mesmo nisso!! =/

Objecto de desejo da semana


Faz-me lembrar a jóia do Titanic em versão "pishback"! =P

A ideia até é mas...


as alianças são tão feias!!!

A melhor dieta de sempre!!


O paraíso existe!!

583º Postal a 593º Postal







Os belos jantares de sexta II