sábado, outubro 07, 2017

Acabei de ver:

a 3ª temporada de "American Horror Story"

a 7ª temporada de "Game of thrones"

terça-feira, outubro 03, 2017

Prioridades no Google...

Quando vais tentar perceber como se identifica algo e o Sr. Google decide sugerir-te aquilo que ele acha ser realmente importante tu saberes....

domingo, outubro 01, 2017

Eleições Autarquicas 2017 - Resultados em Ribeira de Pena




João Noronha, de 61 anos e o até agora presidente da Assembleia Municipal de Ribeira de Pena, ganhou a Camâra de Ribeira de Pena pelo PS. O advogado João Noronha, que já tinha sido presidente da Câmara de Ribeira de Pena, durante um mandato (1997 - 2001), aceitou este desafio “apelando à unidade e empenho de todos” e acabou por sair vencedor neste municipio transmontano. 

Nas últimas autárquicas, o PS ganhou com 2.622 votos (50,43%), ficando o PSD em segundo lugar com 1.866 votos (35,89%), o movimento independente Unidos por Ribeira de Pena conseguiu 273 votos, o Partido da Terra (MPT) 145, o CDS-PP 99 e a CDU 45 votos.

Num sitio em que todo o voto conta e a politica é quase feita de porta a porta, ou não se perdesse e ganhasse aqui por um voto, fico imensamente feliz por este ter sido o resultado naquela que tenho para mim como a minha segunda casa. Parabéns Ribeira de Pena por esta escolha!!!

sexta-feira, setembro 29, 2017

Acabei de ver:

a 1ª temporada de "The Wrong Girl"

a 1ª temporada de "Atypical"

terça-feira, setembro 12, 2017

Acabei de ver:

a 3ª temporada de "Black mirror"

a 2ª temporada de "American Horror Story"


segunda-feira, agosto 28, 2017

quinta-feira, agosto 17, 2017

Acabei de ver

a 1ª temporada de "Containment"

a 1ª temporada de "Black Mirror"


sábado, agosto 12, 2017

Acabei de ver:

a 3ª temporada de "Poldark"

a 1ª temporada de "The Handmais's Tale"

a 1ª temporada de "Girlboss"

terça-feira, agosto 08, 2017

Acabadinha de sair da AE de "Annabelle: A Criação do Mal" =D


Sinopse:
EUA, década de 1950. Vários anos após a morte da filha, um fabricante de brinquedos e a mulher decidem transformar a casa onde vivem num local de acolhimento para crianças desamparadas. É assim que recebem uma freira com um grupo de meninas sem lugar para ficar desde o fecho do orfanato onde viviam. Annabelle, uma boneca possuída por um demónio que há anos vive trancada num dos quartos, encontra uma forma de atrair uma das crianças. Quando é libertada, a criatura maléfica transforma a casa onde todos ansiavam por ser felizes numa espécie de inferno.
Com realização de David F. Sandberg e argumento de Gary Dauberman, "Annabelle 2: A Criação do Mal" é a prequela da história relatada no filme "Annabelle" (2014) que, por sua vez antecipa a acção dos filmes "A Evocação" (2013) e "The Conjuring 2 - A Evocação" (2016). A saga baseia-se num suposto caso real acontecido nos EUA durante a década de 1970, narrado nos arquivos de Ed e Lorraine Warren, o famoso casal de demonologistas. Anthony LaPaglia, Miranda Otto, Stephanie Sigman, Lulu Wilson, Talitha Bateman, Kerry O'Malley e Brian Howe dão vida às personagens.

domingo, agosto 06, 2017

Templo Expiatório da Sagrada Família

Templo Expiatório da Sagrada Família, e também conhecido simplesmente como Sagrada Família, é um grande templo católico da cidade catalã de Barcelona (Espanha), desenhado pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí, e considerado por muitos críticos como a sua obra-prima e expoente da arquitetura modernista catalã. Financiado unicamente por contribuições privadas, o projeto foi iniciado em 1882 e assumido por Gaudí em 1883, quando tinha 31 anos de idade, dedicando-lhe os seus últimos 40 anos de vida, os últimos quinze de forma exclusiva. A construção foi suspensa em 1936 devido à Guerra Civil Espanhola e não se estima a conclusão para antes de 2026, centenário da morte de Gaudí.

A construção começou em estilo neogótico, mas o projeto foi reformulado completamente por Gaudí ao assumi-lo. O templo foi projetado para ter três grandes fachadas: a Fachada da Natividade, quase terminada com Gaudí ainda em vida, a Fachada da Paixão, iniciada em 1952, e a Fachada da Glória, ainda por completar. Segundo o seu proceder habitual, a partir de esboços gerais do edifício Gaudí improvisou a construção à medida que esta avançava. O templo, quando estiver terminado, disporá de 18 torres: quatro em cada uma das três entradas-portais, a jeito de cúpulas; irá ter um sistema de seis torres, com a torre do zimbório central dedicada a Jesus Cristo, de 170 metros de altura, outras quatro ao redor desta, dedicadas aos evangelistas, e um segundo zimbório dedicado à Virgem. O interior estará formado por inovadoras colunas arborescentes inclinadas e abóbadas baseadas em hiperboloides e paraboloides buscando a forma ótima da catenária. Estima-se que poderá levar no seu coro 1500 cantores, 700 crianças e cinco órgãos. Em 1926, ano em que faleceu Gaudí, apenas estava construída uma torre. Do projeto do edifício só ficaram planos e um modelo em gesso que resultou muito danificado durante a Guerra Civil Espanhola. Desde então prosseguiram as obras: atualmente (2017) estão terminados os portais da Natividade e da Paixão, e foi iniciado o da Glória, estando em construção as abóbadas interiores.

A obra que realizou Gaudí - a fachada da Natividade e a cripta - foi incluída pela UNESCO em 2005 no Sítio do Patrimônio Mundial com o título «Obras de Antoni Gaudí»



As fotos:








O Castelo de Montjuïc

Este castelo, na montanha de Montjuïc, teve sua construção iniciada em 1653. O rei à época, Felipe IV, desejava construir uma fortaleza militar para a cidade, e assim, proteger as entradas ao norte e ao leste da cidade. Cerca de meio século depois, o Castell de Montjuïc testemunhou um dos momentos mais marcantes de toda a história da Catalunha: a Guerra de Sucessão Espanhola (1702 – 1714). O dia 11 de setembro de 2014 foi o marco final da guerra, já que as tropas Bourbônicas conseguiram derrubar a última linha de resistência à ocupação francesa na Espanha, mais precisamente em Castilla: o Castell de Montjuïc foi tomado.

No século XIX, entre os anos de 1833 e 1843, a Espanha foi palco da Revolução Liberal. Em 1842, especificamente no dia 3 de dezembro, o regente Baldomero Espartero castigou a cidade de Barcelona com mais de mil bombardeios, em represália ao descontentamento e revolta dos catalães contra o autoritarismo do regime. O Castelo de Montjuïc foi utilizado como base de origem dos ataques. Em 1843, a cidade de Barcelona sofreu um novo bombardeio.

No século XX, durante o regime franquista, o Castelo de Montjuïc serviu de campo de concentração: milhares de prisioneiros de origem catalã tiveram suas vidas abreviadas naquele local. Entre as vítimas, destacou-se Lluis Companys, que à época, era o presidente da Generalitat de Catalunya.

As fotos: