quarta-feira, agosto 29, 2012

AE Total Recall

No momento em que a história começa já só existem dois territórios no planeta: a Colónia e a Federação Unida da Bretanha (que ocupa todo o globo excepto o minúsculo espaço da Colónia). Entre estes dois territórios só há um meio de transporte chamado "A Queda". Douglas Quaid (Colin Farrel) é um simples operário e cidadão da Colónia com uma bela esposa (Lori, interpretada pela excelente Kate Beckinsale) que, um dia, decide ir à Rekall, uma empresa que se orgulha em transmitir aos seus clientes recordações excitantes que quase parecem reais na nossa mente. Quando o procedimento corre para o torto, Quaid é acusado de ser um espião e passa a ter o exército todo à sua perna. Enquanto foge para sobreviver, ele também procurará descobrir quem é (com a ajuda de Melina- interpretada por Jessica Biel) e qual o seu verdadeiro papel na guerra entre a Federação (e o seu ministro Cohaagen- interpretado por Bryan Cranston) e os rebeldes da Colónia.

Antes de mais, uma nota: eu não vi a versão original, por isso na minha análise não poderei tecer comparações com Arnolds, mulheres com três seios e viagens a Marte (que, aviso já, não estão presentes neste remake e que muita gente se tem queixado).

Visualmente o filme está arrebatador. Não só temos efeitos visuais de topo (saliento os soldados robôs), cenários interessantes, uma fotografia muito boa e planos muito bem coreografados (aquele plano contínuo a 360 graus que aparece no trailer com Quaid a matar os soldados todos é simplesmente dos mais fascinantes a que assisti em filmes). Só por esta ordem de razões, o filme vale mais a pena visto numa tela grande, como o cinema.

As interpretações estão boas (umas melhores que outras, mas todas competentes), mas em minha opinião quem se destaca é Kate Beckinsale no papel de femme fatale.

Republicar "Não Compreendo as mulheres"


respostas a perguntas inexistentes (217)


Éden 

Nunca verbalizámos o Amor. A primeira vez que abri a boca para lhe dizer que a Amava ela tocou com o dedo indicador da mão esquerda nos meu lábios, encostando um ao outro como se os quisesse coser com um único ponto. 

 - Chiu! 

Depois beijou-me e fizemos Amor. 
A partir daí não precisou mais de usar os dedos. Quando eu falava em nós, tentando dar existência a essa primeira pessoa do plural, ela mudava de expressão. Passou a bastar-lhe o olhar para me silenciar. 
Uma vez, por fim, explodi. Não com ela, mas com a situação. Foi como se as palavras que eu engolia há meses me tivessem provocado uma congestão. Vomitei-as, dizendo-lhe que a Amava. Só que o Amor nunca pode ser um vómito. 
Depois beijei-a e não fizemos Amor. 
Naquele tempo o corpo dela era o meu Éden, uma extensão de vales e montanhas perfumadas onde tudo, menos falar de Amor, me era permitido. E foi assim que fui expulso.

Este leva uma dedicatória especial...

para aqueles que gostam muito de se meter na vida e nas relações dos outros e criticar como se tivessem alguma coisa a ver com isso ou como se tivessem dentro da situação!! 

E se fizessem um favor a vocês mesmo e metessem o vosso cinismo e hipocrisia num certo sitio que eu cá sei?! 

Momento fofo do dia:

terça-feira, agosto 28, 2012

AE Morangos com Acuçar

Eu até podia dizer que este filme é muito mau se eu chegasse sequer a considerá-lo um filme!!! A sério, isto não é mau... é péssimo!!! Não é um filme, mas uma série de imagens montadas em que não há um fio condutor, não há uma história. E não me venham com coisas que é Morangos, porque eu ainda sou do tempo que os Morangos era uma novela bem gira e com pés e cabeça... se já não tem qualidade é culpa do realizador ou dos guionistas ou sei lá de quem, tão simples quanto isso!! E realmente se é para ser assim percebe-se bem porque é que já não vai haver mais nenhuma série!!! Já para não falar que há realmente lá putos que não fazem a mínima ideia do que estão a fazer, porque a representar não é de certeza!!

Objecto de desejo do dia:

Google Mail Envelopes

A sério...

Preciso de férias!!! Férias da minha vida!!

Objecto de desejo do dia:

Dúvida existencial: Será que se eu for à loja também me vão dizer que não posso jogar porque fui banida?! =P

Parece-me bem!!

E por falar nisso... já ia uma!! =)

domingo, agosto 26, 2012

Bagagem emocional

E elas estão tão bem escondidas dentro de nós, por detrás de sorrisos forçados que ninguém consegue desmistificar, que mais ninguém vê a urgência de que padecemos de ser salvos... e afogamo-nos assim, dentro de nós próprios, na tristeza e angústia que nos consome.

Citação do dia:

sábado, agosto 25, 2012

Apaixonei-me!!!

Pinned Image

Republicar "Cleopatra Moon"


Assim me faço ao sono




"Tenho um decote pousado no vestido e não sei se voltas,   mas as palavras estão prontas sobre os lábios como   segredos imperfeitos ou gomos de água guardados para o verão.   E, se de noite as repito em surdina, no silêncio   do quarto, antes de adormecer, é como se de repente   as aves tivessem chegado já ao sul e tu voltasses   em busca desses antigos recados levados pelo tempo:

Vamos para casa? O sol adormece nos telhados ao domingo   e há um intenso cheiro a linho derramado nas camas.   Podemos virar os sonhos do avesso, dormir dentro da tarde   e deixar que o tempo se ocupe dos gestos mais pequenos.

Vamos para casa. Deixei um livro partido ao meio no chão   do quarto, estão sozinhos na caixa os retratos antigos   do avô, havia as tuas mãos apertadas com força, aquela música que costumávamos ouvir no inverno. E eu quero rever   as nuvens recortadas nas janelas vermelhas do crepúsculo;   e quero ir outra vez para casa. Como das outras vezes.

Assim me faço ao sono, noite após noite, desfiando a lenta   meada dos dias para descontar a espera. E, quando as crias   afastarem finalmente as asas da quilha no seu primeiro voo, por certo estarei ainda aqui, mas poderei dizer que, pelo   menos uma ou outra vez, já mandei os recados, já da minha boca ouvi estas palavras, voltes ou não voltes."

Maria do Rosário Pedreira

quinta-feira, agosto 23, 2012

Lisboa tem destas coisas

Simplesmente espectacular!!!

Más escolhas

A minha vida está cheia delas...

A serious case of bad karma!!




A sério?! Mas quem é que me andava a fazer vodu?! Primeiro foi o meu relógio favorito, agora o telemóvel... Epah, já chega não?!

Um pai 5 estrelas


Pai e filha surpreendem toda a gente a dançar no aniversário desta, passando por grandes clássicos da música e da dança (",) Isto é que é um pai!!!

(In)confidência:Tenho a dizer é que o pai tem mais jeito para a dança que a filha!! =P

Momento fofo do dia

quarta-feira, agosto 22, 2012

AE O Legado de Bourne

A trama intrigante e mais do que interessante, tecida por Tony Gilroy à exatamente 10 anos atras, chamou a atenção do mundo quando um rapaz aparentemente normal acorda sem memória, mas cheio de habilidades de espião e/ou assassino e sua jornada de descobrimento começa. Uma triologia depois, Jason Bourne parece ter encontrado o encerramento de sua viagem, mas Hollywood não. Em um formato de spin-off, O Legado Bourne parece querer introduzir uma nova “teoria de conspiração” super-secreta. 

Aaron Cross é um agente do governo com algumas “super habilidades’ espiãs, mas depende de remédios constantes para isso. Do outro lado do mundo, uma cientista, Dra. Martha Shearing, faz parte do mesmo projeto, mas desenvolvendo uma parte crucial dos produtos que fazem de Aaron e outros agentes, pessoas tão especiais. Quando o governo decide que o projeto deve ser encerrado e todos os envolvidos exterminados, eles cruzam caminhos e começam uma jornada para melhorar suas chances de sobrevivência e ficar um passo a frente de agências obscuras onipotentes que querem lhes exterminar.

O Legado Bourne funciona bem como filme de acção e diversão, mas é bem menos original que os anteriores. 

Renner e Weisz formam uma boa dupla na tela, além de que formam um casal mais convincente do que o vivido por Matt Damon e Franka Potente.

Eu juro que um dia faço isto!!

Música do dia: Madness by Muse

Estado de espírito:

terça-feira, agosto 21, 2012

AE Piranha XXL

Bem, um filme que tem o seu género definido como comédia e terror já diz muita coisa e neste caso diz mesmo tudo!!! Sinceramente gostei mais do que estava à espera, ainda deu para dar dois saltos na cadeira e dar umas boas gargalhadas. 

Estado de espirito


Hoje fiquei triste com a msg do R. em que ele me contava sobre o fim da sua relação... dizia ele que as diferenças deles os levaram à exaustão e que tinha tomado a sua decisão e que era definitiva... Deixou-me triste porque foi um espelho daquilo a que a humanidade hoje em dia se resume. Desistem de tudo facilmente, não dão o devido valor às pessoas e às relações, não querem fazer cedências nem concessões, não estão dispostos a lutar, a trabalhar a relação. Parece que toda a gente procura uma espécie de relação instantânea que sai bem logo à primeira, sem perceberem que as relações exigem cuidado e trabalho... muito trabalho. A vida não é um filme daqueles todo cor-de-rosa... as pessoas tem defeitos e é preciso saber lidar com isso, mas do que isso, é preciso saber encaixa-los com os nossos.

Quando a fome aperta...

que tal dar um saltinho no Sandes ao Metro?!


Para quem não conhece, este restaurante situado na Baixa lisboeta apresenta-nos o conceito de sandes ao metro, bolos gigantes, bebidas e sopas ao litro. Um conceito bem giro e interessante especialmente para quem tem muita fome!! =P
Quem lá for vai adorar tanto a comida como o atendimento. A dona do restaurante é super simpática e carismática e não se importa de perder um bom bocado de tempo a explicar-vos este conceito que ela já criou há cerca de 10 anos. As sandes podem ir até um metro e podem ser pedidas a partir de 10cm, andando sempre de 5 em 5 cm. Quanto ao preço não é nada caro garanto-vos.
Como podem ver eu fiquei-me pelo bolo gigante!! A minha gula falou mais alto!! =P

Just me