quarta-feira, março 30, 2016

Acabadinha de sair da AE de "Extraction Ameaça Global" =)


Cartaz do FilmeSinopse:
Com uma longa carreira na CIA, Leonard Turner é um dos seus agentes mais experientes. Um dia, no decorrer de uma missão particularmente arrojada, é raptado por um grupo terrorista que tenciona controlar as telecomunicações mundiais. Quando o seu filho Harry, um analista governamental, percebe que a agência e o Governo norte-americano têm um plano para derrotar o ataque terrorista que não inclui o resgate do pai, decide montar ele próprio uma operação clandestina. Assim, ao mesmo tempo que evita agentes altamente habilitados e terroristas internacionais dispostos a tudo, Harry coloca finalmente em prática o seu treino, arriscando a própria vida para salvar o progenitor e terminar com a conspiração que ameaça o planeta…
Com argumento de Max Adams e Umair Aleem e realização de Steven C. Miller (“A Criatura de Debaixo da Cama”, “Silent Night”), um “thriller” de acção que conta com a participação de Bruce Willis, Kellan Lutz, Gina Carano, D. B. Sweeney, Dan Bilzerian e Steve Coulter.

Desgostos.

null
Ainda o trazia debaixo da pele. O cheiro dele ainda se agarrava à roupa e à memória. E tudo o que viveram, jazia ali, nela. Uma vida juntos, acabada num dia, numa hora, num momento… Reduzida a nada, a apenas uma lembrança. Pensara que seria para sempre mas, nada o é, não verdadeiramente. Enganara-se ao pensar que com ela seria diferente. Mas parte dela ainda acreditava no “felizes para sempre”… e toda ela acreditava no amor, naquele amor singular e infinito, naquele encontro de almas perdidas e reencontradas ao longo dos séculos, naquela procura incessante pela outra parte de nós... Mas, neste momento, porém, tudo isso deixara de fazer sentido. O sentimento tinha desmoronado como um castelo de cartas e tudo aquilo em que sempre acreditara era posto agora em causa como se nunca tivesse passado de uma mera inverdade, como se fizesse apenas parte das histórias de criança que tantas vezes ouvira. Questionava-se agora se alguma vez voltaria a sentir-se completa porque sabia que sem amor tudo era tão pouco... e ela precisava de tanto mais. Sabia que nunca se iria contentar com menos do que tudo. Não seria com ele… Mas seria com alguém. Precisava de acreditar que seria com alguém. Precisava de acreditar que voltaria a ser feliz. Escolhia acreditar que o seu destino lhe guardara o melhor para o fim. Não lhe restava acreditar noutra coisa.

terça-feira, março 29, 2016

Acabadinha de sair da AE de "Viram-se Novamente Gregos para Casar" xD


Cartaz do FilmeSinopse:
Muito tempo se passou desde os complicados eventos que juntaram Toula e Ian. Hoje eles são os dedicados pais de Paris, uma jovem bonita e independente que em breve se iniciará nos estudos universitários mas que quase sufoca com os excessivos cuidados da ruidosa família Portokalos. Ao perceberem que o seu rebento está a tornar-se uma mulher e que, não tarda, seguirá a sua vida, Toula e Ian deparam-se com algumas dificuldades em gerir a sua própria relação. É então que os Portokalos descobrem algo inesperado: o sacerdote que celebrou o casamento de Maria e Gus - pais de Toula - esqueceu-se de assinar a papelada. Ora, trocado por miúdos, isso significa que, para todos os efeitos, eles não são verdadeiramente casados. Claro que ninguém poderia perder esta oportunidade para organizar mais um casamento grego, com tudo o que isso implica…
Com realização de Kirk Jones (“Estão Todos Bem”, “ Que Se Espera Enquanto Se Está à Espera”) e argumento de Nia Vardalos (que também protagoniza), uma comédia romântica que continua a história iniciada por Joel Zwick em 2002. Para além de Vardalos no papel de Toula, o elenco conta ainda com John Corbett, Elena Kampouris, Lainie Kazan e Michael Constantine.

O passo decisivo.

O dia tinha chegado. Finalmente… Era dia de fazer as malas e perseguir o sonho. Consigo não levava mais do que esperança e três mudas de roupa. Estava prestes a mudar toda a sua vida. Para melhor, queria acreditar, mas mesmo que tudo desse errado, sabia que tinha valido o esforço, que o salto eventualmente acabaria por compensar, nem que fosse pela experiência, única e irrepetível. O que importava era ir, não olhar para trás, e saltar, dar o passo decisivo.

segunda-feira, março 28, 2016

Acabadinha de sair da AE de "Operação Eye in the Sky" xD


Cartaz do FilmeSinopse:
A coronel Katherine Powell, oficial da inteligência militar com sede em Londres (Inglaterra), comanda uma arriscada missão para capturar vários membros do grupo terrorista Al-Shabaab, em Nairobi (Quénia). Mas quando, através das imagens conseguidas por drones Powell se apercebe que eles possuem coletes armadilhados que indicam que se estão a preparar para um atentado suicida, os planos mudam e a resolução imediata é abatê-los. As ordens são para bombardear o local onde estão reunidos. Tudo muda quando Steve Watts, o piloto de um dos drones utilizados para reconhecimento, se dá conta de um detalhe perturbador: a existência de uma menina dentro da zona demarcada. Agora, para que possa ser tomada uma decisão, é necessário avaliar questões éticas muito específicas. Para isso, eles vão ter de se apoiar nas deliberações políticas e nas questões legais que possam advir de qualquer das decisões. Mas o tempo escasseia…
Com argumento de Guy Hibbert, um “thriller” psicológico que conta com Gavin Hood (“A Reasonable Man”, “Na Mira do Inimigo”) na realização e com Helen Mirren, Aaron Paul, Alan Rickman, Barkhad Abdi e Phoebe Fox nos principais papéis.

Acabei de ver a 1ª temporada de:

Colony

Second Chance

domingo, março 27, 2016

Porque os meus amigos são uns docinhos!!!


Ao ataque!!! @ Hamburgueria do Bairro


Parece que ganhámos cenas.


Hoje foi assim!! =D




O tempo que não temos.

null
Envelhecemos. Ficamos mais velhos. Enruga-se-nos o coração.

Uma Feliz Páscoa (",)

Einstein escreveu "Algumas coisas são explicadas pela ciência, outras pela fé. A Páscoa ou Pessach é uma do que uma data, é mais do que ciência, é mais que fé, Páscoa é amor.". 

E para ti, o que é a Páscoa? Neste dia alegre e de tempo novo, odesafio é defini-la, para não ser apenas mais um dia feriado! Até porque eu não tenho direito a feriados =P (Vida de trabalhador é assim!!)

sábado, março 26, 2016

Hoje lancha-se aqui @ Casinha do Chá

Um sitio muito catita.

Tratamo-nos tão mal...

Às vezes, pergunto-me como é que ainda não rebolo... 
depois esqueço-me e enfardo bolos!! =P

O que é preciso é viver o mar.

À descoberta @ Bataria da Raposeira


A Bataria da Raposeira, está situada no cimo do monte do mesmo nome, entre a Trafaria e Caparica, era uma unidade de artilharia que foi condenada pela extinção do serviço militar obrigatório e pela supressão do RAC (Regimento de Artilharia de Costa), acabando de vez com os seus tempos de glória.




Estas batarias foram erigidas em 1893 e foram idealizadas para defender a barra do Tejo e entrada de Lisboa, cruzando a linha de fogo com a bataria do Bom Sucesso em Belém... um investimento necessário para garantir a nossa soberania, que estava certamente escaldada com o infame Ultimatum imposto pelo Reino Unido.




A Bataria da Raposeira foi modernizada na Primeira Grande Guerra, e as peças hoje presentes foram actualizadas em 1940. Estava armada com três bocas de fogo Krupps de 15,2 cm, que disparavam projécteis de 45,3 Kg, com precisão até 20 Km de distância, e tinham uma cadência de quatro tiros por minuto.




Cada peça de artilharia pesava perto de 7.600 Kg e necessitava de uma equipa de 9 homens para ser manuseada, eram um chefe que estava encarregado de a disparar, e oito serventes que alimentavam as ávidas e famintas bocas de fogo.




Também foi nesta unidade militar que em 17 de Abril de 1901, se fez a primeira experiência portuguesa de TSF (Telefgrafia Sem Fios) em Portugal, levada a cabo neste local e o Forte do Alto do Duque, a uma distância de 4.300 metros.




Este quartel estava intimamente ligado à sua vizinha Bataria da Alpena, e ao BIRT (Batalhão de Informações e Reconhecimento das Transmissões), o primeiro apoiava-o como paiol, o segundo era o seu centro nevrálgico... todos foram desactivados pela reestruturação do exército em 1996 encontrando-se hoje abandonados.

A dificuldade de amar.

null
Tenho para mim que quanto mais velhos somos, mais dificil é de nos apaixonarmos. E pergunto-me se ficamos mais exigentes com o passar do tempo ou se são apenas os desgostos que vamos coleccionando pelo caminho que nos encolhem o coração. Ou até mesmo se é uma questão de crescermos em direcções opostas uns dos outros e de nos acabarmos por isolar na nossa individualidade. A verdade é que é dificil amar. Todos nós o sabemos. Exige trabalho. Exige de nós. E exige numa exigência constante. Porque exige cedências e compromissos. E paciência. Porque é uma construção que nunca acaba, que nunca está pronta, que nunca chega. E é isso que torna dificil manter a chama acesa enquanto se luta contra o desgaste do dia-a-dia e contra tudo o que nos envolve e nos revolve. É necessária, por vezes, uma resilência de que não somos dotados. E, à medida que o tempo passa, parece que tudo se vai tornando mais dificil, até mesmo o sermos correspondidos... quase como se com a idade tudo passasse a ser um jogo de mera sorte, em que temos de esperar que a nossa senha seja a premiada. Por isso, não consigo deixar de me perguntar se anda toda a gente demasiado ocupada para se dar conta um dos outros, se andamos assim tão distraidos dos sentimentos. É que, por vezes, parece.

sexta-feira, março 25, 2016